Dia Mundial do Lúpus

Hoje é o dia mundial do Lúpus, uma doença que pode atingir vários órgãos e sistemas do corpo. Entre eles, pele, rins, sangue, cérebro, coração e pulmões, além das articulações. A condição inflamatória não é contagiosa e não tem cura, por isso, a maioria dos tratamentos é direcionada para reduzir os danos e as dores nos órgãos, além de controlar as crises e regular o sistema imunológico.

Os sintomas mudam de acordo com cada pessoa e podem variar entre manchas na pele, áreas avermelhadas, inchaço, cansaço, dores nas articulações, feridas, desconfortos, entre outros. Em casos mais leves, a condição ainda pode ser tratada com anti-inflamatórios não esteroides e outros fármacos, mas a principal forma de tratamento é o uso de corticóides, que pode ser aplicado através de injeções ou na forma de tópicos.

Como já salientamos em muitos dos nossos posts, a C4nn4bis é uma grande aliada no tratamento da patologia, pois tem ação anti-inflamatória e imunossupressora. O CBD (canabidiol), por exemplo, é capaz de suprimir as funções de citocinas, quimiocinas e células T, que são responsáveis por identificar e destruir células infectadas, modular a resposta celular e regular inflamações.

Além disso, sua ação anti-inflamatória também ajuda na rigidez e dores nas articulações causadas pelo lúpus sistêmico e os efeitos colaterais são poucos em comparação ao tratamento convencional.

SAC