Cânhamo tem capacidade dobrada no combate ao efeito estufa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A planta foi estudada em Nova York e os pesquisadores perceberam sua eficácia na limpeza do ar

Por Rede Abracom

A Cannabis pode ser usada para salvar a saúde do planeta. Esta é a conclusão de estudos realizados pelo Centro de Pesquisa de Nova York, nos Estados Unidos, que descobriu que o cânhamo captura cerca de 16 toneladas de dióxido de carbono do ar anualmente e é capaz de ter eficiência em dobro no combate ao efeito estufa quando comparado a outras espécies.

O Centro de Pesquisa de Nova York estuda a captura de CO2 e os pesquisadores perceberam que um acre de plantas de Cannabis pode reter até três toneladas de carbono. Com isso, a planta remove mais de sete toneladas do gás da atmosfera.

O estudo mostrou que o cânhamo contém níveis deficientes do composto psicoativo tetrahidrocanabinol (THC) e, por isso, é considerado um purificador da natureza. Ele retira as toxinas do ar e as prende permanentemente em suas fibras.

Além disso, a Cannabis cresce muito rápido e com pouca água, assim, em quatro meses a planta atinge maturidade e já é capaz de ter todo este resultado em prol da saúde do nosso ar e de toda a natureza. Ela ainda consegue absorver chumbo, mercúrio e outros metais pesados do solo, o que garante qualidade dos frutos de outras plantas.

O cânhamo é uma variação da Cannabis e pode ser usado na fabricação de diversos produtos, a exemplo de tecidos, papel, cordas, resinas e combustíveis, dentre outros. Essa semente também pode ser usada na alimentação, mas as plantas utilizadas neste estudo não se mostraram de qualidade para consumo pela quantidade de metais pesados.

No caso de cultivado em local com terra limpa, o cânhamo pode ser consumido, auxiliando no emagrecimento e prevenindo contra o surgimento de doenças cardíacas. A semente é rica em ômega 3, um ácido graxo essencial que atua diretamente no cérebro, contribuindo para a manutenção das funções cognitivas, o que o torna eficaz para prevenir doenças como a ansiedade, a depressão e o mal de Alzheimer.

Últimas Publicações

SAC