CBD ajuda a proteger frutas da ação de microrganismo

O canabidiol, segundo estudo científico, faz frutas ficarem frescas por mais tempo

Por Rede Abracom

Ter frutas frescas por longo período na geladeira já pode ser considerado uma realidade. Um estudo publicado na ACS Applied Materials & Interfaces mostrou que o canabidiol (CBD) protege frutas e garante que elas fiquem sem ação de microrganismos por até duas semanas.

Na pesquisa, foram usados morangos. Os cientistas da Universidade Thammasat e do Instituto de Pesquisa Chulabhorn, na Tailândia, banharam as frutas com CBD isolado, combinado com polímeros biodegradáveis, misturados com água e com alginato de sódio, um composto químico usado na indústria alimentícia.

Depois, os morangos foram imergidos em ácido ascórbico e cloreto de cálcio. As frutas foram guardadas em potes de plástico na geladeira e não tiveram mudança de cor, peso, nem a ação de microrganismos, em comparação com os morangos não tratados.

Os estudos prosseguem, mas já demonstraram que o CBD é uma ótima forma de garantir menos desperdício de alimentos. Segundo o WFP (Programa Mundial de Alimentos) no Brasil, 41 mil toneladas de comida são jogadas fora por dia (30% do que é produzido) enquanto uma em cada nove pessoas passam fome no país.

SAC