Enfermeiros: Agentes cruciais no sucesso do tratamento com a Cannabis medicinal

Estudo brasileiro mostra a importância dos enfermeiros no cuidado de pacientes oncológicos.

Por Rede Abracom

Os enfermeiros são uma parte muito importante da equipe de cuidados com a saúde. Eles trabalham em constante contato com o paciente e dentro da sua função de cuidar, esses agentes precisam prestar serviço orientando e promovendo uma melhor compreensão no que diz respeito aos cuidados necessários com cada caso em especial, sendo uma ponte entre os termos médicos, o paciente e os diversos caminhos que levam até a recuperação.

Esse papel de destaque não poderia ser diferente nos tratamentos que aderem à Cannabis medicinal. Embora o estudo dos benefícios da planta ainda seja relativamente novo na medicina, os enfermeiros têm sido fundamentais na garantia de que os pacientes recebam os cuidados adequados durante seus tratamentos.

O artigo “Compreensão da enfermagem diante do mecanismo da Cannabis em pacientes oncológicos”, publicado em 2021 no Brazilian Journal of Development (BJD), em conjunto com estudantes de enfermagem de diversas universidades de Maceió, em Alagoas, estuda o papel de enfermeiros no tratamento com a C4nn4bis.

No estudo os pesquisadores salientam que faz parte das atribuições da enfermagem compreender mecanismos de funcionamento e carregar uma bagagem científica para resguardar pacientes de falhas ocasionadas pela imperícia. Essa compreensão leva à condução das situações de acordo com a necessidade de cada indivíduo e proporciona resultados melhores.

Cada vez mais, os profissionais da área voltam seus estudos para a terapia canábica, e em conjunto com suas habilidades de cuidado e atenção, abrem os olhos do paciente para outros caminhos além dos conhecidos tratamentos fitoterápicos e alopáticos.

Esse movimento dos profissionais da enfermagem, tem sido muito importante para potencializar a adesão de terapias naturais como a Cannabis no tratamento de patologias como o câncer, Alzheimer, doença de Parkinson, fibromialgia, dentre outras centenas de doenças raras para as quais não se tem muitas alternativas de controle ou cura.

A Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança (Abrace) parabeniza esses profissionais e dá ênfase a importância de seus papéis na vida de diversos pacientes ao redor do país, em especial quando o trabalho em casos com a Cannabis é exercido com cuidado e curiosidade diante das possibilidades terapêuticas da planta.

E aos enfermeiros canábicos que existem entre os nossos colaboradores, que se preocupam constantemente com o atendimento e a orientação humanizada dos associados, nosso sincero agradecimento!

Artigo: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BRJD/article/view/23572

SAC