Hoje é o Dia Mundial do Transtorno Bipolar

A Cannabis pode ajudar para tratar a depressão, a oscilação de humor e ainda auxilia no descanso dos pacientes

Por Rede Abracom

Passar da tristeza profunda até a euforia extrema, de forma repentina comprometendo a capacidade funcional. Esta é a principal característica do transtorno bipolar, que nesta quinta-feira, 30 de março, celebra o seu Dia Mundial.

A bipolaridade pode iniciar na adolescência ou na vida adulta e atinge tanto homens quanto mulheres. O diagnóstico deve ser feito por um psiquiatra, já que oscilações de humor podem ser acontecer e o que determina o problema é possível de ser visto pelo médico.

Entre os sintomas podem estar agitação, euforia, irritabilidade, fala muito rápida, falta de concentração, falta de sono, comportamento agressivo, entre outros pontos. As manifestações podem ocorrer durante semanas, meses ou anos, de forma diária ou não.

O transtorno bipolar não tem cura, mas pode ser controlado e a Cannabis pode ajudar. Pesquisas pré-clínicas sugerem que o canabidiol tem um efeito neuromodulador em sintomas neurológicos, emocionais e psiquiátricos, além de poder estabilizar o humor.

A Cannabis também auxilia na estabilidade do sono, fazendo com que os pacientes tenham melhor qualidade de descanso. Como a bipolaridade pode ainda causar depressão, o uso dos produtos à base da erva pode ser uma boa forma de tratamento.

SAC