83-3243-1951 contato@abraceesperanca.org.br

Notícias da Abrace

Fique por dentro de nossas novidades!

7 de maio é o Dia da Maconha Medicinal em João Pessoa

A cidade de João Pessoa agora tem instituído o Dia de Visibilidade do Uso da Cannabis. A ideia de marcar o dia 7 de maio para lembrar o uso medicinal da maconha surgiu a partir de uma audiência pública realizada no dia 30 de outubro de 2017, na Câmara Municipal da capital paraibana.

De acordo com o vereador Tibério Limeira, autor da Lei 13.647/18, a realização da audiência já foi um avanço no tratamento do assunto. Ele explicou que, a partir de então, se entendeu a importância do uso terapêutico da Cannabis.

“Foi a primeira vez que houve uma audiência pública para tratar da questão do uso da maconha para fins terapêuticos. Antes o que tinha acontecido era voto de repúdio por conta das realizações da Macha da Maconha”, relembrou.

Um dos encaminhamentos da audiência, proposto pela Liga Canábica da Paraíba, sugeriu que o dia 7 de maio fosse a data para falar sobre a questão e apoiar o tratamento das pessoas que utilizam o óleo e a pomada.

O objetivo é ter uma semana simbólica para dar visibilidade à importância do uso terapêutico da maconha. Tibério Limeira salientou que essa é uma pauta que vem crescendo de importância na sociedade.

“Apesar de muita gente ainda ter preconceito, muita gente tem entendido essa importância, é só ver os resultados que se tem no tratamento de doenças. É dar visibilidade ao quanto pode ser alentador e quanto pode promover saúde a população, chamar a atenção da sociedade e das autoridades”, afirmou o vereador.

Atualmente, a Cannabis é utilizada para tratar doenças neurológicas, câncer, diabetes, entre outras.

1 Response

  1. Em breve terei uma consulta com Dr. Paulo Trevisan para obter um tratamento que reduza as dores da coluna fraturada há 3 após, e o uso do colete e hidro e fisioterapias, só minimizam
    Sofro 2 acidentes no mesmo ano. joelhos, ombros e uma dor inominável nas pernas e quadris. Não tenho qualidade de vida, minha mãe sofre com a doença de Parkinson. Tenho esperança, agora

Deixe seu comentário