Whatsapp: (83) 3033-8260 Tel: 0800 042 0525 contato@abraceesperanca.org.br

Notícias da Abrace

Fique por dentro de nossas novidades!

O CBD pode ajudar no tratamento do câncer?

Por Rede Abracom

Neste artigo a autora apresenta uma revisão de pesquisadores sobre como o CBD pode melhorar tratamentos convencionais de câncer

No livro “O imperador de todas as doenças”, o autor e oncologista Siddhartha Mukherjee observa que poucas doenças causam medo no homem moderno como o câncer. Bilhões de dólares gastos em iniciativas prolíficas de pesquisa apenas viram as taxas de câncer aumentar, sem progresso significativo na eficácia dos tratamentos contra o câncer.

Procure ou digite a palavra cannabis nas plataformas de busca. Muitas pesquisas pré-clínicas sugerem que canabinoides específicos, como o CBD, pode ter propriedades anticâncer e inibidoras de tumor.

Mas, como essa pesquisa se traduz do tubo de ensaio para o corpo humano, um ambiente infinitamente mais complexo e dinâmico?

Umarevisão (https://pharmacia.pensoft.net/article/51304/element/8/65031//) de outubro de 2020 de uma equipe de pesquisadores na Bulgária resumiu os efeitos anticâncer do CBD e traçou um mapa provisório das maneiras pelas quais o CBD poderia melhorar ou apoiar os tratamentos convencionais de câncer.

O estudo investiga os efeitos do CBD em diferentes células cancerígenas e explica como, quando combinado com medicamentos convencionais contra o câncer, o CBD pode promover um tipo especial de sinergia que melhora os resultados.

Como o CBD tem como alvo o câncer?

Os endocanabinoide ou canabinóides produzidos pelo corpo, e os canabinóides da planta da cannabis desempenham um papel na regulação das vias que afetam o câncer, incluindo como as células cancerosas crescem, migram e se espalham.

O uso clínico do THC é frequentemente controverso por causa de seus efeitos psicoativos, quando usado em altas doses. O CBD, por outro lado é um composto bem tolerado com um bom perfil de segurança. Foi demonstrado que o CBD reduz o crescimento e a progressão do tumor em cânceres tão diversos quanto os de mama, pulmão e cólon.


“Um grande corpo de evidências de experimentos com animais e células demonstram os inúmeros efeitos anticâncer diretos dos canabinóides, incluindo o CBD”, disse o Dr. Dustin Sulak, um médico integrador, especialista em medicina de cannabis e fundador da Healer.com . “Especificamente, o CBD raramente causa efeitos adversos, pode fornecer um alívio substancial por conta própria e é especialmente útil como um complemento do THC”, disse ele.


Os pesquisadores agora começaram a se aprofundar em como o CBD pode funcionar sinergicamente com drogas quimioterápicas comuns e como esse potente canabinoide pode ser transferido do laboratório para a sala de tratamento.

Os efeitos do CBD em diferentes tipos de câncer

No estudo de revisão de 2020 da Bulgária mencionado acima, a equipe de pesquisa explorou as evidências que apoiam o uso de CBD no tratamento de diversos tipos de câncer. Aqui estão suas descobertas sobre as três formas mais comuns da doença:

Câncer de mama
O CBD tem um efeito inibitório nas células tumorais da mama, especificamente na linha celular MCF-7, que é frequentemente usada na pesquisa de medicamentos para o tratamento do câncer. Os pesquisadores descobriram que o CBD exerce uma ação mais poderosa em travar a propagação das células do câncer de mama em comparação com outros canabinóides.

Câncer de pulmão
Pesquisa realizada em 2012 descobriu que o CBD exerce um mecanismo que impede a propagação de tumores de câncer de pulmão. A mesma equipe de pesquisa também relatou que o CBD estimula a morte de células cancerosas em células tumorais primárias de pulmão.

Câncer de próstata
Experimentos em tubos de ensaio em diferentes linhagens de células da próstata mostraram que o CBD diminui a expressão do receptor de andrógeno , o que influencia fortemente o desenvolvimento e progressão do câncer de próstata. A inibição da atividade desses receptores pode atrasar a progressão do câncer de próstata.

CBD para inibir o crescimento e disseminação do tumor

Uma das características mais problemáticas do câncer é a disseminação de tumores cancerígenos por todo o corpo. Ao contrário das células normais saudáveis, as células cancerosas expressam uma série de mutações que previnem a morte celular. Essas células mutantes podem então se espalhar e colonizar vários outros locais do corpo.

A pesquisa do câncer geralmente se concentra no local principal em que o câncer se originou e não nos locais secundários para onde ele se espalhou. Fascinantemente, as investigações sobre canabinóides como o CBD geralmente se concentram em sua capacidade de inibir a progressão das células cancerosas que já migraram e começaram a formar novos tumores.


De acordo com a revisão de pesquisa búlgara, o CBD atua em várias vias do corpo para estimular a supressão do tumor. Uma das maneiras mais significativas pelas quais o CBD pode retardar a progressão do tumor é por meio da modulação da via PI3K, uma via principal que modula o crescimento, metabolismo, sobrevivência e disseminação celular e, portanto, representa um alvo para o tratamento do câncer.

Como o CBD pode ser combinado com terapias contra o câncer

De acordo com a revisão búlgara, vários relatórios defendem abordagens de terapia combinada. A combinação do CBD com drogas anticâncer específicas já demonstrou tornar certas células cancerosas mais vulneráveis aos efeitos das drogas contra o câncer.

Em pacientes com câncer de pâncreas, outra pesquisa histórica demonstrou que o CBD em conjunto com a quimioterapia pode produzir resultados promissores, um tipo de câncer notório por ser resistente ao tratamento. Camundongos com câncer pancreático viveram quase três vezes mais quando um tratamento convencional contra o câncer, a gencitabina, foi combinado com o CBD. Além de prolongar a vida, o CBD também pode melhorar a qualidade de vida.

Outro estudo http://(https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21220494/) mostrou que o CBD e o tratamento convencional com temozolomida podem ser combinados para tratar gliomas – tumores cerebrais e da medula espinhal – com mais sucesso.

CBD para efeitos colaterais da terapia do câncer

Também há muitas pesquisas apoiando o CBD como uma droga adjuvante que previne e reduz os efeitos colaterais das terapias contra o câncer. Um dos efeitos mais desagradáveis dos medicamentos contra o câncer de grande eficácia é a neuropatia periférica, que causa fraqueza, dormência e dor nas mãos e nos pés. Até 75% dos pacientes podem experimentar isso como resultado de certos regimes de quimioterapia.

O CBD pode ajudar a prevenir o desenvolvimento dessa sensibilidade. De acordo com um estudo de 2014 em camundongos, as doses de CBD administradas antes do paclitaxel, uma forma de quimioterapia, impediram o desenvolvimento de sensibilidade nervosa em camundongos. É importante ressaltar que o sistema nervoso dos ratos não sofreu danos e a eficácia da quimioterapia não foi comprometida pelo tratamento.

Outra investigação http://(https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/19074681/) mostrou que o CBD pode apoiar os rins e diminuir a toxicidade renal induzida pela cisplatina, um agente quimioterápico ligado a danos renais.

O futuro do tratamento do câncer inclui o CBD?

Como muitos campos nascentes da ciência da cannabis, os dados que exploram o CBD e os tratamentos de câncer são atualmente limitados. O que a revisão búlgara de 2020 apresenta, no entanto, é um corpo de evidências que indica as diversas maneiras como o CBD pode apoiar os tratamentos de câncer – e a necessidade de investigações clínicas mais abrangentes para testar sua eficácia.

“Esta revisão resume concisamente os dados sobre a capacidade do CBD de inibir uma variedade de cânceres e de agir sinergicamente com os tratamentos anticâncer convencionais”, disse o Dr. Sulak. “Embora tenhamos muito que aprender sobre como maximizar esses benefícios potenciais em nossos pacientes humanos, a impressionante segurança, tolerabilidade e benefícios sintomáticos do CBD são um caso forte para seu uso por pacientes com câncer.

Artigo original: https://www.leafly.com/news/health/can-cbd-help-with-cancer-treatment

Deixe seu comentário