MUSEU VIRTUAL

Cannabis: uma planta histórica

História da cannabis

Desde 10.000 a.C. existem registros documentados do uso da Cannabis como planta medicinal e, na linha do tempo abaixo, você poderá conhecer um pouco mais sobre a história dessa planta. Clique nas setas ao lado da linha para navegar e veja alguns pontos importantes da história da Cannabis.

10.000 a.C.
4.000 a.C.
2.900 a.C.
2.700 a.C.
2.500 a.C.
1.700 a.C.
1.500 a.C.
117 d.C.
1455
1563
1600
1783
1794
1800
1854
1913
1932
1937
1961
1964
1976
1978
1988
1996
1998
2001
2005
2006
2009
2010
2011
2014
2016
2017
2019
2020

SISTEMA ENDOCANABINOIDE

O Sistema Endocanabinoide (SEC) é o sistema que processa os canabinoides existentes na planta, porém, ele não só absorve como também gera no próprio organismo os chamados canabinoides endógenos. Esse sistema participa ativamente no controle de diversas funções, dentre elas: do sistema imunológico, metabolismo, saúde neuronal, percepção de dores, entre outras.

 

Os canabinoides da planta são muito semelhantes em sua formação química com os canabinoides endógenos (2-AG e Anandamida), dessa forma, são processados pelos mesmos receptores. A depender de onde esses receptores absorvam tais canabinoides, reações diferentes ocorrerão, logo, são muitas combinações possíveis relacionadas aos efeitos que a Cannabis pode causar.

 

Com esse sistema em deficiência, reposições são por vezes fundamentais para buscar uma homeostase, gerando saúde e bem-estar, ou ao menos, reduzindo efeitos negativos consideráveis que podem afetar a qualidade de vida.

Clique sobre o item para acessar informações adicionais.

Concentrados no cérebro e no Sistema Nervoso Central, mas também estão presentes em alguns nervos e órgãos.

Em sua maioria nos órgãos periféricos, especialmente em células associadas ao sistema imunológico.

Estão concentrados no sangue, ossos, medula, língua, rins, fígado, estômago e ovários.

Concentrados na pele, músculos, rins, estômago e pulmão.

Podem ser encontrados primariamente na medula óssea, no baço, gânglios linfáticos e, em menor grau, nos testículos.

Encontrados nos ossos, no cérebro, particularmente no cerebelo, no jejuno e no íleo.

Encontrados predominantemente no pâncreas e, em menor proporção, no trato intestinal.

Produtos em constante melhoria

2017

Esse foi o ano da autorização por liminar da ABRACE. Nele passamos a criar um controle de qualidade para nossos produtos. Nesse ano compramos o Beacon, que mede a quantidade de canabinoides na planta

2018

Rótulos mais modernos e a inclusão de novos produtos marcaram o ano de 2018. Surgiu o óleo azul, a pomada de 15g e o óleo de vaporização. A entrada desses produtos veio para abranger ainda mais o espectro do tratamento 

2019

Apesar de surgirem em 2018, foi em 2019 que uma nova configuração dos produtos tomou força. 3 concentrações de cada tipo de extrato foram criadas e assim surgiram os óleos claros (0,5%), escuros (1%) e concentrados (2%)

2020

Com a confusão na compreensão dos rótulos de 2019, mudamos em 2020. Os óleos passaram a ter a mesma cor ao ser de um mesmo extrato e as concentrações passaram a ser diferenciadas pelas porcentagens

Fibras e plantas