Pesquisa do Centro Universitário de Brasília comprova eficácia da C4nn4bis no tratamento de epilepsia infantil

A pesquisa apontou 25 artigos que demonstraram as vantagens do tratamento com C4nn4bis para controlar as crises de epilepsia em pacientes pediátricos

A epilepsia é um distúrbio neurológico, caracterizado por crises epilépticas espontâneas e recorrentes que afetam a qualidade de vida dos pacientes e de quem convive com eles. A doença pode estar relacionada a fatores genéticos, estruturais, metabólicos, infecciosos e idiopáticos.

Alunas do curso de Biomedicina do Centro Universitário de Brasília (CEUB) publicaram um relatório de pesquisa científica que comprovou a eficácia do tratamento com C4nn4bis em crianças diagnosticadas com epilepsia. O estudo aprofunda o funcionamento dos fitocanabinoides, que é como são conhecidos os compostos da C4nn4bis Sativa.

O THC (tetrahidrocanabinol) e o CBD (canabidiol) responsáveis pelas ações anticonvulsivantes que são alternativas para o tratamento de epilepsia refratária. Dos 25 estudos analisados no trabalho, 60% utilizavam o óleo purificado com canabidiol e 40% combinavam as substâncias do THC com CBD.

Em relação às frequências das crises, observou-se que dos 25 estudos analisados, 14 deles demonstraram 100% de diminuição de crises convulsivas. No estudo, foi citado ainda os efeitos adversos pelo uso dos óleos à base de C4nn4bis que foram sonolência aumento ou perda do apetite e perda de peso em alguns casos, esses efeitos foram considerados leves.

Na conclusão do artigo publicado, é ressaltado a segurança e eficácia do tratamento com C4nn4bis em pacientes pediátricos devido aos efeitos adversos leves em comparação com outros tratamentos considerados mais invasivos e tóxicos para o metabolismo infantil. Além disso, o artigo ressalta a importância da regulamentação e investimentos em mais pesquisas.

SAC